Blog

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • Pinterest - Grey Circle

Loja

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
PARCEIROS

CANDIDATO A MELHOR BLOG

VEGETARIANO/VEGAN 2016

© 2015 by Just Natural Please. All rights reserved. 

BLOG

  • Just Natural Please

Risoto de Tomilho e Limão

Atualizado: 20 de Jan de 2018

Hoje quero partilhar convosco um dos meus pratos favoritos (e do João também): Risoto de Tomilho & Limão.

Durante muito tempo hesitei em experimentar risotos, mesmo em restaurantes italianos. Na minha cabeça risoto era um prato de arroz tipo argamassa, daquele género que se for atirado ao teto fica lá colado para sempre. Estava tão enganada...

Um dia decidi finalmente dar uma oportunidade ao risoto e pedi um Risoto de Caril e Maçã num restaurante italiano. Depois da primeira garfada quase chorei de arrependimento por nunca ter experimentado risoto antes...Tanto tempo perdido...O risoto era cremoso, suave, leve, equilibrado...simplesmente delicioso.


Desde então tenho vindo a fazer as minhas próprias criações de risoto, com alguma frequência até, para compensar todo o tempo em que andei a evitar a suposta "argamassa". Esta receita é uma das minhas preferidas e tem a aprovação do João. É fresco, cremoso, cheio de cor e muito fácil de fazer. Além disso não precisa de gordura nem de sal e, à parte do arroz arboreo, não leva nenhum ingrediente processado. ​


Preparar risoto pode parecer complexo ao início, mas confiem em mim, só requer um pouco mais de paciência e atenção que o arroz comum. O truque para obter um risoto bem cremoso e saboroso está no caldo de vegetais. Eu preparo sempre o meu caldo com vegetais frescos. Para esta receita usei uma curgete pequena, uma cebola branca pequena, a parte branca de um alho-francês e um dente de alho. Eu gosto de cozer o dente de alho ainda com a casca porque desta forma fica mais saboroso pois os sucos são conservados no interior e o alho fica mais doce. O caldo deve ser mantido quente, lado a lado com o risoto, uma vez que vamos adicioná-lo gradualmente ao arroz até estar este cozido. ​


Na maioria das vezes não utilizo nenhum óleo ou azeite para cozinhar. Em vez disso, adiciono um pouco de água ou caldo de vegetais e deixo a cebola picada cozer até ficar translúcida, mantendo sempre um olho na frigideira para não queimar. Depois adiciono o arroz e deixo fritar por aproximadamente dois minutos. Os risotos tradicionais são refrescados com vinho branco ou verde nesta fase. Em vez disso, utilizo sumo de limão nesta receita e deixo o arroz absorvê-lo quase na totalidade antes de começar a adicionar o caldo.



Cozinhar risoto é apenas isto: adicionar uma concha de caldo de vegetais e esperar que seja absorvido pelo arroz quase completamente antes de adicionar uma nova concha de caldo, mexendo ocasionalmente.




Entretanto, escorro bem os vegetais utilizados no caldo - não se esqueçam de escorrer o caldo para um recipiente e colocá-lo de volta na panela para mantê-lo quente - e trituro-os até obter um puré bastante cremoso. Muitos risotos levam natas ou queijos para criar cremosidade. Honestamente, não precisam de nada disso. Este puré de legumes desempenha esse papel na perfeição.



Quando o arroz está praticamente cozido (al dente) adiciona-se o puré de vegetais, feijões frescos cozidos, raspa de limão e tomilho fresco (só as folhinhas). Deixa-se cozinhar por mais um ou dois minutos para incorporar os sabores e está pronto! Notem que utilizo raspa de limão feita com um descascador de vegetais, ou seja, é uma raspa mais grossa, também conhecida por zest de limão.


No final polvilha-se com mais umas quantas raspas de limão e folhas de tomilho e serve-se quente. Os restos podem ser mantidos no frigorífico para o dia seguinte pois mantém a cremosidade bastante bem.


Que bom que vou poder comer este prato ao jantar outra vez! Vai uma garfada?



Risoto de Tomilho & Limão

Serve: 2 doses Tempo de Preparação: 10 min. Tempo de Cozedura: 20 min. Dificuldade: Fácil

Ingredients: 1 chávena (200 g) de Arroz Arboreo (ou outro especial para risoto) 1 Cebola Branca pequena 1/2 chávena de Feijão Fresco (Catarino ou outro) 1 Limão, sumo e raspa grossa (zest) 5 talinhos de Tomilho fresco, folhas

Para o Caldo de Vegetais: 1 Curgete pequena 1 Cebola Branca pequena 1 dente de Alho (com pele) 1 Alho-francês médio (apenas a parte branca) 5 chávenas (1 L) de Água

Método de Preparação: Para fazer o caldo de vegetais: 1. Descascar e cortar grosseiramente a cebola e a curgete. Separar a parte branca do alho-francês e cortar em pedaços. Colocar os vegetais cortados e o dente de alho (com casca) numa panela média e adicionar cerca de 1 litro de água. 2. Deixar ferver em lume médio-baixo até os vegetais estarem tenros. 3. Escorrer os vegetais cozidos, recolhendo o caldo para um recipiente. Deixar os vegetais escorrerem durante uns dois minutos para drenar bem o excesso de água. 4. Transferir o caldo de volta à panela e mantê-lo quente em lume muito baixo enquanto se cozinha o risoto. 5. Remover a pele do dente de alho cozido e triturar os vegetais com a varinha mágica ou no liquificador até obter um puré cremoso. Reservar.

Para fazer o risoto: 1. Picar a cebola e colocar numa frigideira funda ou tacho anti-aderente. Adicionar 3 colheres de sopa de caldo de vegetais e cozinhar em lume baixo, mexendo ocasionalmente. Manter debaixo de olho para não queimar e adicionar mais caldo se necessário. 2. Num pequeno tacho à parte, cozer o feijão fresco em água a ferver até ficar tenro (levará aproximadamente o mesmo tempo que o risoto). 3. Quando a cebola ficar translúcida adicionar o arroz e deixar fritar por 2 minutos, mexendo sempre. 4. Regar com o sumo de limão e mexer. Deixar o arroz absorver o sumo, mexendo sempre. 5. Quando o arroz absorver o sumo de limão quase na totalidade adicionar duas conchas de caldo de vegetais. Mexer e deixar o arroz absorver o caldo quase na totalidade antes de adicionar a próxima concha de caldo. Mexer ocasionalmente. 6. Repetir este processo, sempre em lume baixo, até o arroz estar quase cozido (al dente). Dmorará aproximadamente 20 minutos e levará cerca de 1 litro de caldo. 7. Quando o arroz estiver al dente, adicionar os feijões cozidos, o puré de vegetais, a raspa de limão e as folhas de tomilho fresco, reservando algumas raspas de limão e folhas de tomilho para decorar. Incorporar e deixar cozinhar por mais 1 ou 2 minutos, mexendo sempre, para libertar os sabores. Retirar do lume. 8. Transferir para um prato ou terrina de servir e polvilhar a raspa de limão e as folhas de tomilho extras. Servir quente.


Esta receita é perfeita se estiverem a tentar reduzir o sal na vossa alimentação. O sumo e raspa de limão dá ao risoto um subtil toque salgado. Podem adicionar um pouco de sal para começar e reduzir gradualmente nas próximas vezes. Eu não utilizei nenhum e o João não se queixou por isso está aprovado por uma "boca salgadinha"!

Espero que gostem desta receita. Por favor comentem em baixo se a experimentarem. Gostava muito de saber!